terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Construa certo!

Você finalmente se decidiu ou agora conseguiu os recursos necessários para a realização do grande sonho: a construção da sua casa!

Se este é o seu caso, pense bem antes de começar a construir. Observe outras construções, converse com outras pessoas nessa mesma situação e compare os casos.

Existem inúmeros exemplos de construções mal feitas, com problemas de iluminação, ventilação mal dimensionada, pé-direito baixo ou excessivamente alto, pisos e azulejos mal colocados ou com problemas de paginação, ergonomia esquecida na altura dos equipamentos de cozinha e banheiros, desperdício de energia com o uso incorreto da iluminação natural, terrenos mal aproveitados... Enfim, temos uma infinidade de exemplos que se observarmos bem, existem aos montes, bem pertinho da gente.

O que estou tentando chamar atenção é sobre a importância do
arquiteto nas etapas que envolvem o planejamento e construção de um imóvel.

Sem o projeto, não há planejamento... E com isso, muitas vezes se refaz duas ou três vezes determinadas etapas ou instalações, justamente pela falta de planejamento. Com isso os gastos também são maiores que imaginado.


Antes de contratar o arquiteto, sugiro que você consulte mais de um profissional, para ver como ele trabalha, conhecer algumas obras, saber se ele tem um estilo parecido com o que você imagina...
Diria que é muito importante nesses primeiros encontros a empatia e a confiança, pois essa fase de projeto e execução é longa e por consequencia as reuniões tornam-se frequentes. Um bom relacionamento cliente-profissional já torna o processo mais fácil.

E lembre-se: Construa certo, contrate um arquiteto!

Peço ajuda aos arquitetos que me leem (agora não tem mais acento, né?) para complementar esse assunto, ok? Ainda tem muitos desdobramentos esse assunto! Vou aguardar nos comentários!

Ah, e os não arquitetos,por favor, também se manifestem!!

4 comentários:

Raissa disse...

Desculpa não ter avisado a vc, mas foi sim, mudamos o nome do blog e junto com isso ampliamos os assuntos a serem tratados. Espero que vc goste ;**

Marcele Silveira disse...

Liziane, tudo bem?
Você falou super bem. E como você disse, há vários desdobramentos para o assunto. O que é importante ressaltar (e eu acho que vou fazer um post sobre isso. O que acha?) é que nossos blogs estão aqui para mostrar qual a função do arquiteto, nossa importância e os cuidados de uma obra. Não estamos aqui para ensinarmos arquitetura, mas para dar dicas e mostrar o quanto somos necessários (hehehe) para que uma obra tem resultados satisfatórios.
E o assunto é muito interessante. Aguardo, sim, desdobramentos. Cada um falando a sua maneira pode ajudar a todos!
Beijos!
E que bom que você voltou a postar.

Liziane Milgarejo disse...

Essa discussão é bem interessante não só para mostrar a importância mas também informar sobre a nossa profissão. Ainda tem muita gente achando que contratar arquiteto custa caro ou que é um gasto desnecessário, mas sem saber que o pedreiro vai usar o dobro de ferro que precisaria para não correr riscos ou que vai gastar construíndo áreas desperdiçadas como em grandes circulações ou espaços super dimensionados, fora outras coisas... E tudo isso é custo, né gente!
Além disso lembrei agora de outro desdobramento: o exercício ilegal e não to falando de pedreiros... Já fui a uma entrevista de emprego em um “Escritório de Arquitetura X”, sendo que esse X não era arquiteto!! Verdade! Não dá para ficar julgando, mas se submeter a isso é o mesmo que ajudar a denegrir a profissão, concordam? E infelizmente tem muitos “pseudo” arquitetos bem famosinhos por aí.

Paula disse...

Oi, Liziane! Sou do antigo Interiores, hoje Casa-dicas e design, junto com a Raissa.
Achei o post muito conveniente! E quanto ao exercício ilegal da profissão, é uma pena. Sou estudande te Design de Interiores e vejo muita gente que nem decorador é se passando por Designer.
Vim só complementar o post dizendo que contratar o designer pra tirar o máximo proveito de tudo que o arquiteto fez com maestria é essencial!
Não é visualmente sedutor um ambiente sem móveis, revestimentos e iluminação que não favoreçam a arquitetura!
Claro que o arquiteto muitas vezes faz também esse tipo de projeto, mas muitos se concentram mais na arquitetura mesmo, na "máquina de morar", hoje em dia bem menos máquina, graças a Deus!